• 1. O que é o Projeto 78 Brasil?

    Criado em parceria pela CAIXA Imóveis, CompLine e Acceleratus, o Projeto 78 Brasil é um programa de aceleração que visa desenvolver sartups para atuarem no ecossistema CAIXA Imóveis na geração de soluções inovadoras, complementação das atividades e renovação do portfólio.

    2. Quais as principais datas e períodos do programa de aceleração?

    • Inscrições: 18/05 a 06/08
    • Seleção: 07/08 a 17/08
    • Divulgação das selecionadas: 20/08
    • Bootcamp: 27/08 a 12/11
    • Aceleração: 13/11 a 04/03/2019
    • Acompanhamento: a partir de 04/023/2018

    3. As startups receberão investimento?

    As startups selecionadas para a fase de bootcamp recebem 01 bolsa de R$ 6.000,00/mês por 02 primeiros meses para custear suas despesas. Além do auxílio financeiro, as startups recebem diversos benefícios como: espaço de coworking (1000 m²), acesso à metodologia exclusiva de aceleração, acompanhamento individualizado pela equipe de aceleração, acesso à equipe de desenvolvedores, rede de mentores, serviços digitais gratuitos e descontos especiais com empresas parceiras para apoiar a operação das startups, entre outros. Em contrapartida, a startup assina um contrato de opção de compra de 2% de equity com a Acceleratus.

    As Startups selecionadas para a fase de aceleração recebem até R$ 100.000,00 de investimento por contrapartida de um contrato de opção de compra de mais 8% de equity.

    As startups que concluírem o programa de aceleração têm a possibilidade de se tornarem fornecedoras das empresas do Grupo CAIXA Imóveis com geração de negócios de até R$ 10 milhões, por até mais 25% de equity.

    4. A CAIXA Imóveis e a CompLine são investidoras nas empresas startups?

    A principal investidora é a Acceleratus. Porém, tanto a CAIXA Imóveis quanto a CompLine têm direito de investir ou apontar investidores nos termos estabelecidos em contrato.

    5. Quem mantém a propriedade intelectual após o programa de aceleração?

    A propriedade intelectual permanecerá com a empresa startup desenvolvedora da solução. Em casos de cocriação ou codesenvolvimento, será discutida previamente a melhor forma de propriedade intelectual dependendo da participação de cada ator no desenvolvimento da solução.

    6. Quem seleciona as startups?

    Uma equipe multidisciplinar de especialistas do ecossistema de empreendedorismo nacional designada pelos organizadores do programa faz a seleção segundo os critérios estabelecidos.

    7. Quais tipos de startups são selecionados?

    As startups selecionadas devem apresentar soluções relacionadas aos setores de interesse do Grupo CAIXA Imóveis: mercado financeiro, recompensas, vendas, avaliação e gestão de imóveis, e infraestrutura. Além disso, as pessoas jurídicas devem ser devidamente constituídas no Brasil ou no exterior. Buscamos principalmente startups que estejam com produto pronto e em fase de comercialização.

    8. Startups de outros países podem participar?

    Sim! O Projeto 78 Brasil é um programa internacional.

    9. Como funciona o programa de aceleração?

    As 40 startups selecionadas para a fase de bootcamp vivenciam uma rotina de mentorias, definição e acompanhamento de métricas de desempenho, validação de modelo de negócios, dor de mercado e product market fit.

     

    Com base no desempenho no bootcamp, até 20 startups passam para a fase de aceleração, na qual são trabalhadas estratégias de crescimento com base em metodologia exclusiva de aceleração do Projeto 78 Brasil. Além disso, as startups com melhor desempenho podem iniciar pequenos contratos com as empresas do Grupo CAIXA Imóveis, a fim de obter um produto em sinergia com os setores, tecnologias e modelos de negócios do Grupo CAIXA Imóveis (sinergia de tese de investimento).

    10. Como é a medida de performance das startups?

    Durante o programa, as startups são avaliadas pelo atingimento de metas pré-definidas relacionadas a crescimento de vendas, evolução da maturidade da solução, evolução da tecnologia, desenvolvimento do modelo de negócio e adequação de sinergia de tese com o Grupo CAIXA Imóveis.

    11. Onde as startups ficam localizadas?

    As startups ficam localizadas no coworking do Projeto 78 Brasil em Águas Claras, Brasília-DF, Brasil. O programa é realizado em um espaço de 1000 m² distribuído em três andares, totalmente idealizado para criar um ambiente dinâmico e favorável ao crescimento de startups.

    12. Posso inscrever uma ideia?

    Não. O programa é voltado para startups com produto pronto, já em fase de comercialização ou prestes a entrar nessa fase.

    13. Quais os critérios de avaliação para definir as finalistas?

    As startups serão selecionadas com base no estágio de desenvolvimento do produto ou serviço, potencial de mercado, equipe, modelo de negócio e sinergia de tese com o Grupo CAIXA Imóveis.

    14. Preciso comparecer presencialmente em todas as etapas do processo seletivo?

    Não. O processo seletivo é totalmente online. As empresas que quiserem, podem realizar a última etapa de seleção presencialmente na sede do Projeto 78 Brasil, em Brasília.

    15. Receberei auxílio financeiro para participar do programa de aceleração?

    As startups selecionadas para o bootcamp terão direito a 01 bolsa de R$ 6.000,00 por mês para custear as despesas nos 2 meses dessa fase.

     

    As startups que passarem para a fase de aceleração recebem investimento de até R$100.000,00 e também a possibilidade de pequenos contratos com as empresas do Grupo CAIXA Imóveis.

    16. Quantas startups são selecionadas para o programa de aceleração?

    São selecionadas até 40 startups para a fase de bootcamp, das quais até 20 são selecionadas para a fase de aceleração.

    17. Teremos um acordo de confidencialidade para as informações tratadas durante o programa?

    A CAIXA Imóveis, a CompLine, a Acceleratus e todas as startups devem seguir o regulamento do programa de aceleração Projeto 78 Brasil, que prevê um acordo de confidencialidade entre as partes envolvidas.

    18. Quantas vagas no coworking cada startup selecionada terá durante o programa?

    Cada startup poderá indicar no mínimo 02 (duas) pessoas e no máximo 04 (quatro pessoas) para participar das atividades rotineiras e utilizar o espaço de coworking da Acceleratus. Entretanto, em reuniões e atividades pré-agendadas, é permitida a participação de um maior número de pessoas.